7 coisas que deves fazer caso sejas enterrado vivo

1. Não percas oxigénio, num caixão clássico ainda podes obter duas horas de oxigénio. Inspira profundamente e expira lentamente expelindo o ar, quando inalares o ar não o engulas,pois isso pode fazer com que haja hiper ventilação no teu corpo,fazendo com que necessites de mais oxigénio. Não grites: gritar intensifica o pânico, o que acelera o batimento cardíaco e a tua respiração e, consequentemente, o consumo de ar.

2. Tenta soltar a tampa com as mãos; nos caixões mais baratos feitos de fibra podes até fazer um buraco (com um anel de casamento, ou uma fivela de cinto …)

3. Cruza os braços sobre o peito, agarrando os ombros, puxa a tua camisa para cima e amarra-a com um nó na tua cabeça; cobre a cabeça com esse ‘saco’ de pano, ele irá proteger-te de asfixia quando o solo entrar no caixão.

4. Tenta bater a tampa com as pernas. Caixões baratos, por vezes, quebram sob o peso do solo imediatamente após serem enterrados.

5. Assim que conseguires partir a tampa, direcciona o solo da cabeça aos pés, e quando ficar apertado, tenta pressionar o solo com os pés em diferentes direcções.

6. Tenta sentar-te, desta forma o solo vai preencher o espaço vazio e ira mover-se a teu favor, não pares e continua a respirar com calma.

7. Levanta-te!
Lembra-te: o solo num túmulo recente é sempre solto e “lutar com ele é relativamente fácil”, é muito mais difícil sair na chuva; solo molhado é mais denso e pesado. O mesmo pode ser dito sobre o barro