Anedota: Excesso de amor

Uma ambiciosa jovem decide enriquecer rapidamente e a forma mais interessante que encontra é casar com um velho, tendo na mira matá lo com excesso de sexo.

Casa e na noite de núpcias, nua, deitada na cama espera que o velho saia da casa de banho. Quando este sai fica espantada com o enorme p*nis em er*ção, coberto com uma camisa de vénus, tampões de algodão nos ouvidos e uma mola no nariz.

Espantada pergunta:

– Porque tudo isso, querido?

– Há duas coisas na vida que sempre detestei: os gritos de uma mulher e o cheiro a borracha queimada!