Anedota: Na funerária…

Um empregado de uma agência funerária está a trabalhar à noite, para examinar alguns corpos antes destes serem sepultados ou cremados.

Examina um corpo, identificado como José Chagas, que está pronto para ser cremado, e descobre que o defunto tem o maior pénis que ele já viu na vida. Então pega no instrumento e diz para si mesmo:

– Desculpe Sr. Chagas, mas não posso mandá-lo para o crematório com este enorme bacamarte. Ele tem que ser conservado para a posteridade!’ Com um bisturi, remove o pénis do morto e guarda-o num frasco. Fecha a funerária e vai para casa. A primeira pessoa a quem ele mostra o achado é à sua mulher.

– Tenho algo inacreditável para te mostrar, querida. Nem vais acreditar!’

Depois, abre o frasco e…. ao ver o conteúdo, a sua mulher, sem se conseguir conter, grita estarrecida:

– Oh meu Deus!!!!! O Chagas morreu?!?!?’

Moral da História: Nunca leves trabalho para casa!!!!!!!!!