Asteróide está a dirigir-se para a Terra e a NASA nada pode fazer

Os cientistas já avisaram que a NASA poderá não conseguir defender a Terra contra um asteróide gigante que poderá atingir o nosso planeta no ano de 2135.

O asteróide, de nome Bennu, é mais alto do que o Empire State Building e tem a capacidade de libertar 1.200 megatons de energia com o impacto – cerca de 80.000 vezes mais do que a energia libertada com a bomba de Hiroshima…

Apesar de não ser considerado um perigo imediato para nós aqui no planeta Terra, alguns investigadores avisaram que existe uma hipótese de 1 em 2.700 de que caia no nosso planeta durante o próximo século.

Kirsten Howley, um físico no Lawrence Livermore National Laboratory, explicou: “A probabilidade do Bennu nos atingir é de 1 em 2.700 hoje mas isso certamente mudará – para pior ou para melhor – consoante as informações que conseguirmos obter”.

A verdade é que foi revelado que nem a tecnologia mais avançada foi considerada adequada para conseguir proteger a Terra do asteróide em questão. Ainda assim, há trabalho a ser feito nesse sentido para conseguir neutralizar a possível ameaça.

Os cientistas da NASA e do National Nuclear Security Administration têm um plano detalhado para o Hypervelocity Asteroid Mitigation Mission for Emergency Response (HAMMER).

O HAMMER poderá colidir diretamente com um asteróide pequeno ou rebentar com ele utilizando um dispositivo nuclear.

Veremos o que acontece…