Homens que jogam FIFA têm menos vontade de fazer sexo, diz estudo

Um estudo conduzido por investigadores italianos e publicado no Journal of Sexual Medicine indica que os homens que jogam FIFA têm menos vontade de fazer sexo do que aqueles que não jogam.

Em contrapartida, os que jogam, tem menos probabilidades de sofrerem de jaculação precoce em relação ao resto da população masculina.

O estudo foi feita com base em dois questionários voltados para o diagnóstico de ejaculação precoce (PEDT) e o Index Internacional de Função Eréctil (IIEF-15). Entre 18 de junho e 31 de julho de 2014, 599 homens italianos responderam às perguntas, com 396 deles tendo algum tipo de actividade sexual nas 4 semanas anteriores.

Destes, 287 definiram-se como jogadores de FIFA, jogando em média pelo mesno 1 hora por dia.

Para os investigadores, a diminuição da líbido pode estar associada ao facto de que jogar FIFA por longos períodos de tempos liberta uma quantidade constante de dopamina no organismo, que é a mesma hormona ligado ao prazer sexual.