Javalis radioactivos invadem a cidade de Fukushima

Imagina veres javalis selvagens radioactivos a atacar pessoas. Digno de um filme de terror, não? Pois bem, a verdade é que isto está a acontecer em algumas terras abandonadas de Fukushima.

Apesar de parecer saído de um cenário apocalíptico, é bem verdade.

Toru Hanai, um fotógrafo de Reuters, fez frente à radiação e decidiu acompanhar uma equipa de controlo animal até Fukushima, Japão, para ver os javalis. As fotografias que ele tirou são verdadeiramente incríveis.

Como se sabe, a planta de Fukushima Daiichi foi atingida por um terramoto e um tsunami, no passado 11 de março de 2011. Com o desastre, muitas famílias foram aterrorizadas pela radiação emitida pela central nuclear.

A população foi evacuada para um lugar seguro mas centenas de javalis, conhecidos por serem animais selvagens e agressivos, começaram a descer as montanhas para as ruas desertas de povoação.

Os javalis deambulam pelas ruas vazias de Namie em busca de alimento. A verdade é que a população de Namie está programada para voltar à cidade no final do mês, significando que os javalis devem desaparecer.

Os animais estão a reproduzir-se descontroladamente e não têm medo dos humanos, sendo que por vezes até os atacam. Para além disso, passam pelas ruas muito seguros de si, vivendo em propriedades abandonadas e comendo tudo o que vêem à frente.

Para além disso, são animais que, pela sua exposição à radiação, não podem ser alimento e, por isso, não são válidos para serem caçados.

Antes que os amantes e defensores dos direitos dos animais digam algo, estes animais não representam qualquer benefício para o lugar que habitam; pelo contrário, a sua alta reprodução está a fazer com que seja impossível aceder a certas zonas do Japão e são animais que representam grande perigo para o ser humano.

Estes javalis possuem níveis de radioactividade de césio de -137, que está cerca de 300 vezes (!) acima dos parâmetros considerados seguros para a vida de um ser humano.

Parece ter saído de um filme de terror, esta história…

Nos últimos 3 anos, foram mortos mais de 13 mil javalis mas as autoridades afirmam que este número é insuficiente, dada a sua reprodução em massa.