Jovem é acusada de vender cupcakes recheados com sémen na escola para se vingar do bullying

Uma adolescente californiana, aluna do 10º ano está a ser alvo de uma investigação após confessar que vendeu cupcakes recheados com sémen aos colegas de escola. A aluna do Centennial High School, em Bakersfield, Califórnia, fez isso para se vingar de colegas que haviam praticado bullying com ela, segundo informa este artigo do jornal inglês Daily Mirror.

A história foi descoberta quando um dos valentões perguntou lhe perguntou o motivo do sabor estranho do cupcake. Para fabricar o cupcake, ela teria usado sémen, pelos púbicos, medicamentos e farinha fora do prazo, segundo uma outra aluna. O sémen teria sido fornecido por um colega disposto a colaborar com a vingança da jovem. Os cupcakes causaram problemas de estômago a um dos rapazes.

Já a polícia diz que tudo não passa de “uma brincadeira de escola”, pois as análises toxicológicas não indicam substâncias estranhas nos cupcakes vendidos pela jovem. Ela teria usado maionese e molhos para adulterar o sabor das bolachas e, assim, dar uma lição aos colegas que a incomodavam. A polícia baniu comida feita fora da escola e os cupcakes foram destruídos.