Professora de uma escola cristã é expulsa depois de ter feito s*xo com 5 alunos

Uma professora de de uma escola tradicional cristã na Cidade do Cabo, África do Sul, foi expulsa depois de uma denúncia ter apontado que ela fez sexo com cinco alunos. O escândalo rebentou após os pais de um aluno de 18 anos terem denunciado a docente, Fiona Viotti, de 30 anos, por ter tido relações sexuais com o filho deles. O aluno do Bishops Diocesan College, instituição só para homens, apelou aos pais após a professora, que era casada, não aceitar que ele pusesse fim ao relacionamento.

“No início, ele era um participante consensual, mas tornou-se uma vítima ao não conseguir parar. A professora não quis deixar que tudo terminasse, e o aluno abriu-se com os pais, que procuraram a direcção do colégio”, disse um parente ao site IOL.

Nos dias seguintes, quatro outros alunos também apresentaram a mesma denúncia. De acordo com a investigação da escola, Fiona só se envolveu com alunos acima de 16 anos, a idade legal para o sexo na África do Sul. Por este motivo, as autoridades não tiveram de intervir.

Fiona dava aulas de História e para além disso, treinava a equipa de polo aquático da escola. Os alunos que apresentaram as denúncias praticavam essa mesma modalidade no colégio.

Surpreendentemente, os relacionamentos ocorreram num período de seis anos. Após o escândalo, o marido da professora, Pavo Viotti, de 32 anos, pediu o divórcio. Eles estavam casados havia 1 ano e 2 meses. Fiona é sobrinha do ex-treinador da selecção sul-africana de rugby, Nick Mallett.

Surreal.

Fonte: Tá Feio – Notícias de M3rda